Feriadão Clichê 2 – dias na serra

24 11 2009

Olá! Como falei no último post este feriadão da consciência negra eu estaria hospedado em um hotel fazenda na região serrana do Rio, em Teresópolis para ser exato.  Então vamos aos acontecimentos da ocasião.

Sexta-feira dia 20/11 um calor sufocante no Rio de Janeiro e a minha esperança estava depositada na possibilidade de que há uns 1000 metros de altitude a temperatura estaria mais amena, ledo engano. Após duas horas de viagem chegamos ao Vitória Garden, que fica na rodovia Tresópolis – Friburgo, e a minha primeira impressão foi bem legal, pois o local era bonito, e por fora as acomodações prometiam.

Mas foi só. prometiam mas não cumpriam muito. Minha primeira preocupação era me enturmar, pois o passeio era uma espécie de excursão dos professores da Universidade que minha madrinha trabalha, e fui convidado para ir junto. Pra mim já era certo não terninguém dentro de minha faixa etária, exceto pelo meu irmão do meio (pelo menos tinha alguém pra jogar ping-pong). Não posso negar que o grupo que foi era animado, mas mesmo assim não era a mesma coisa.

Ao fazer o check-in no hotel uma certa dificuldade em definir o quarto, pois a principio ficamos destinados ao um dos chalés que ficavam na parte mais alta do local, e muitos lances de escada além das áreas comuns do estabelecimento. E como minha avó, uma senhora de 86 anos, estava junto fomos solicitar a mudança para um quarto melhor posicionado, efoi como mudar da água pro vinho. Este novo ficava no primeiro andar das acomodações e ainda tinha uma boa varanda com vista pra colina.

A sexta não reservou muitas atividaes pois já chegamos no fim da tarde. Só restou a opção de irmos para a piscina térmica, uma espécie de banheirão dentro de um gazebo, mas como tínhamos no grupo um  número considerável de crianças ávidas por um mergulho, em menos de 10 minutos a situação ficou insustentável com a galerinha pulando e gritando num espaço reservado pro relaxamento. Nos restou migra pro salão de jogos.

Na hora da janta até que mesurpreendi com  qualidae dos pratos servidos e sua variedade, minha maior preocupação por ser vegetariano. Ao fim da refeição não sobrava muita coisa  a fazer a não ser subir pro quarto, uma banho revigorador e me entrgar ao sono dos justos.

Sábado amanheceu com um sol de lascar. E o local pra se estar era  a piscina principal, nos pés da colina verdejante que ocupa a maior parte do terreno do hotel. Para facilitar a vida dos hóspedes existe um plano inclinado para levar e trazer quem quiser aproveitar o dia se refrescando na água gelada.

Aliás, as opções de lazer são satisfatórias, o que fica muito aquém das expectativas é o serviço. Nos dois primeiros dias de nossa estadia (sexta e sábado) foi uma dificuldade enorme conseguir beber qualquer coisa gelada, pois nenhum funcionário se preocupou em colocar cerveja, refrigerante, sucos e água pra gelar antes que nós chegássemos. E nos bar o funcionário responsável se ausentava diversas vezes deixando os hóspedes de garganta seca.

E o maior erro da administração era a falta de um guardião na piscina, que inclusive tem um grande toboágua e com a quantidade de crianças dispostas a escalar o tal inúmeras vezes ficou desagradável ter que ouvir os pais gritando toda hora para regular as atividades de seus “pimpolhos’ já que não havia nenhum responsável pela organização e ordem de descida no brinquedo aquático.

Sábado à noite a atração foi um jantar italiano, comida boa, mas tinha aquele cantor acompanhado de um teclado, nada mais cafona.  E foi isso. novamente a opção era ir pra cama após a janta.

Domingão só restava torrar mais um pouco debaixo do sol da serra e desta vez beber cerveja gelada e aproveitar o papo à beira da piscina. Subimos de volta pro restaurante pra almoçarmos e depois seguir pros quartos arrumar as coisas e voltar pra casa.

Em resumo, não foi o fim de semana dos sonhos, mas com certeza foi a minha melhor opção para este feriadão. E no fundo mesmo achando que seria um programa de índio, mas nem tanto, apesar de o próprio hotel ter uma aldeia!

Anúncios

Ações

Information

One response

2 05 2011
Joice

Pois é, tive a mesma terrível experiência.
Comprei o passeio em um site de prmoções e chegando lá as janelas do quarto estavam quebradas, me deixando toda picada de inseto, pois eles não resolveram o problema, não havia nada pra se fazwer, as comidas eram sem sal e sem tempero e não tinha guarda vidas na piscina ne no bondinho que desce e sobe com as pessoas já enferrujado.
A piscina térmica é um tanquqinho que só é aberta e ligada a noite e só que vaeu a pena foi o cantor deste fim de semana : a fruta madura no meio de tudo podre!
Precisamos alertar as pessoas pois as fotos enganam.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: