Lucca: terra de Monducci e Puccini

1 08 2009
A vista do alto da torre Guinidi, símbolo de Lucca

A vista do alto da torre Guinidi, símbolo de Lucca

A ultima noite foi a mais quente desde que cheguei na Europa, mas quente literalmente. um calor insuportável e no quarto do albergue não tinha ventilador nem ar condicionado e a janela aberta não adiantou de nada. quase não dormi e suei em cântaros. por isso levantei 8h da manhã e fui ao mercado comprar meu café da manhã: iogurte de morango, quatro ameixas e mussarela italiana fresquinha, que delicia!

Com a barriga cheia comecei a explorar Lucca com uma caminhada por cima da muralha que cerca a cidade toda. a volta completa durou quase uma hora. é curioso ver que um lugar que outrora servia de proteção, onde arqueiros e guerreiros derramavam sangue pra protegerem seus lares, hoje é área de lazer e a maior ação que encontramos é uma galera correndo.

A praça do anfiteatro, no centro histórico de Lucca

A praça do anfiteatro, no centro histórico de Lucca

Terminado o circuito dos muros desci para me deixar levar pelas cores e sons das ruas da cidade. sempre com o mapa na mão, caminhei despreocupado com o tempo e vendo que uma vida simples é sempre a melhor opção. aqui não é preciso carro, e duas esquinas são suficientes pra fugir da multidão de turistas e desembocar em um cantinho tranqüilo só seu.

Caminhar por Lucca me deu uma certa inveja das vovós com sua bicicletas, que pedalam tranqüilas e sabem que a vida é bela. e nem o calor do sol a pino é capaz de desanimá-las.

Continuo minha empreitada até chegar a principal torre, a do Palazzo Guinidi, e subo seus incontáveis degraus que mostram a historia de batalhas e momentos de paz que fizeram lucca o que é hoje. lá do alto vejo toda a cidade e seus telhados e suas chiesas (igrejas) numerosas.

Volto ao chão e estou cercado de sacadas bucólicas e fachadas um tanto decadentes com partes de tijolos a mostra, mas que encerra um certo charme no conjunto.

A Torre Guinidi e seu terraço de árvores

A Torre Guinidi e seu terraço de árvores

O calor é intenso e uma pausa para um gelatto na piazza Napoleone é mais que merecida. sigo mais adiante e já perdi as contas de quantas homenagens e referencias existem sobre Giacomo Puccini, um dos nomes mais importantes da musica clássica italiana, e filho mais ilustre de Lucca.

Enquanto vejo Puccini em cada esquina, outro filho da cidade, mas bastante anônimo, Armando Monducci, meu bisavô, parece não ter deixado vestígios em sua terra natal. viro cada curva na esperança de encontrar qualquer Monducci que possa me dar referencias sobre meu braço italiano da família, mas minha busca não resultou fruto algum até agora. mas tudo bem, só o fato de ter visitado este canto tão agradável da Toscana já valeu todo o esforço.

ciao!
para fotos bucólicas: Itália

Anúncios

Ações

Information

3 responses

8 08 2009
mãe, vó e dinda

Ro
a leva de fotos da italia esta chórrive!!!!!!!
a vovo ficou mto emocionada com as de Luca
amamos
voce e as fotos
bjk
dinda

24 10 2009
No berço do Renascimento « O viajante possível

[…] cheguei em Florença acompanhado do Tobias, um alemão que estava no mesmo quarto que eu em Lucca. andamos por todos os cantos e depois encontramos um amigo italiano dele, o Davide que mostrou a […]

24 10 2009
Lucca: 100 anos depois! « O viajante possível

[…] E no meu caso o que me parecia um sonho longínquo e impalpável como visitar a terra natal do meu bisavô, no coração da Toscana, uma as partes mais famosas da Itália, se tornou realidade e mal posso acreditar que eis me aqui escrevendo estas palavras numa trattoria em Lucca. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: