česky krumolov em detalhes.

15 07 2009
o castelo de Schwarzenberg, principal atração de cesky krumlov

o castelo de Schwarzenberg, principal atração de cesky krumlov

dobri den…

Eu cheguei em česky krumlov na maior expectativa. é a segunda cidade mais visitada da República Tcheca e toda ela patrimônio da humanidade tombado pela unesco. e não poderia ser diferente. logo nos primeiros minutos de estadia neste vilarejo senti-me voltando a um tempo que não vivi.

Ruas estreitas e casinhas que parecem de brinquedo enchem a vila que é serpenteada pelo Vltava, mesmo rio que corta praga, mas aqui ele tem mais charme, faz parte do rol de atrações do lugar.

Cada beco, escadaria, portinhola encerra um charme que vi em poucos lugares. seu dia-a-dia um pouco bucólico contrasta com a agitação cosmopolita de seus turistas de veraneio. são legiões de russos, alemães, chineses e tchecos rodando pra lá e pra cá, lotando os cafés e exibindo a brancura ofuscante de seus corpos fazendo rafting ou tomando sol na beira do rio.

a pacata cesky krumlov, uma das jóias da República Tcheca

a pacata cesky krumlov, uma das jóias da República Tcheca

česky krumlov é tão pequena que dá pra caminhar de um extremo ao outro em menos de 20 minutos, é claro que existem subúrbios residenciais que compõem os 40 mil habitantes daqui, mas isso é só um detalhe. somente o velho centro com seu castelo onipresente é que estrela esta grande atração eslava.

Na minha primeira tarde, depois de literalmente jogar minha mochila no quarto de albergue – que diga-se de passagem é muito aconchegante com direito até a banho de banheira – tirei o tênis, pus o chinelo e sai pra explorar. caminhei mais uma vez sem rumo definido, pois a cidade é pequena o bastante pra desfrutá-la sem mapas e horários.

Subi a colina no castelo de Schwarzenberg, uma dinastia dos hafsburgos de meados dos séc 17. e que sensação. me senti em um filme épico atravessando os portões do monstro, percorrendo seus corredores e passagens de cavalariça, até chegar ao jardim tão bem cuidado que não me espantaria se cruzasse com uma princesa vestida a caráter… e não é que encontrei… num canto do jardim estavam fazendo alguma filmagem e lá estava a mocinha de vestido com saia armada e peruca branca.

Depois almocei num restaurante vegetariano que não dá vontade de ir embora, comida ótimo, bom atendimento e as mesas ficam a beira do rio e nem é preciso levantar da cadeira pra alcançar a água e molhar o pé.

Refeição no vegetariano Laibon

Refeição no vegetariano Laibon

Fui dormir cedo, e hoje acordei novamente sem planos. tomei café da manha e caminhei até a igreja de são Vitto que é grande mas não chega nem perto da de Praga. voltei ao castelo e subi a torre principal com sua escadaria de pedra e madeira, com corrimão de corda e super estreita, novamente me senti uma arqueiro subindo pra defender a muralha da investida inimiga. e lá do alto a visão de toda a cidade, como se os meus olhos fossem o obturador da câmera que faz imagens pra cartões-postais.

definitivamente česky krumlov vale a viagem. ela é prova que o tempo não para, mas sempre ha espaço para um pouquinho de nostalgia.

fotos aristocráticas: Rep. Tcheca

no alto da torre do castelo

no alto da torre do castelo

Anúncios

Ações

Information

6 responses

16 07 2009
Andréia

Adorei as fotos Rogério, muito legal a arquitetura daí, as igrejas então são lindas, agora quero te pedir um favor que n deve ser muito dificil rs, trás uma latinha da coca-cola p/ minha coleção! já tenho do Japão, Angola e Russia. 😉
Beijos

16 07 2009
Papinha

Show de fotos irmão, show de viagem e não esquece das tchecas do meu irmão…

16 07 2009
Lucimar

Meu lindo!! que delicia de viagem!! aproveita bastante, curta cada momento estou muito feliz por você.

bjks, saudades!!

17 07 2009
dinda ju

que lindo, heim?
saudades
bjk
dinda

25 10 2009
Pra Viena de van! « O viajante possível

[…] eu cheguei em Viena vindo de van. eu estava lá na praça principal em Cesky Krumlov e aí passou uma topic com um maluquinho pendurado na porta gritando: – cesky krumlov, Viena, via […]

8 12 2009
Grande Pechincha – capítulo III – República Tcheca « O viajante possível

[…] encontrar bons lugares com preços a partir de R$9,58. Outra cidade imperdível é a pequena Cesky Krumlov, onde existe  hostel com preços a partir de R$24,22, é possível chega lá de ônibus com […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: