Na Periferia…

24 02 2008
arg 96

Galera no La Viruta. A partir da esq. Aline, Alexandre, Denzel, Raphael, Carol, eu e Angelique

Na noite de sexta o bonde partiu pesadão em direção a Palermo, bairro onde a balada rola mais forte aqui em Bs As. Seguimos em dois táxis, no primeiro Angelique, Alexandre e Denzel (Inglaterra), no outro eu, Rafael, Carol e Aline. A primeira parada foi o La Viruta, uma espécie de baile só pra tango, fiquei decepcionado, não com o lugar em si, mas em saber que só rola tango. Era a balada de despedida do casal catarinense e queríamos uma boate mesmo.

Para não fazer desfeita ao Alexandre e à Angelique, que insistiram pra que todos fossemos lá, ficamos uma meia hora vendo o povo dançando. Depois saímos e a pé percorremos as esquinas de Palermo Viejo em busca de diversão. Até que um guardinha indicou uma forte, uma boate chamada Kika.

Uma fila imensa na porta e eram 1h45 da manhã, mas aqui o couro come só depois das 2h, então tranqüilo. Mas ainda assim não sabíamos como eram os procedimentos da casa. Eu, acompanhado de Carol e Aline, duas loiras gatas, fui pedir informação ao armário dúplex que ficava organizando a entrada. A entrada, que não era tão cara quanto eu esperava, dava de regalo um drink, beleza, mas e a fila?

Foi aí que começamos a apelar. Dissemos que éramos estrangeiros e que queríamos conhecer a casa, e não demorou muito ele voltou e abriu o portão vip e vimos a cara de um bando de argentinos estupefatos por nós termos entrado tão fácil. Lá dentro só quem entrou sabe o que aconteceu, portanto vamos ao dia seguinte.

arg 99

no carro de metro mais antigo da América do Sul. ele é feito de madeira

Como eu tive que dormir em outro albergue acordei preocupado e bem mais cedo que eu gostaria, pois tinha que fazer check-out e voltar pro sandanzas. E, mais importante, me despedir de meus caros e fiéis companheiros de viagem, Carol e Rafael, que infelizmente partiram de volta pra Joinville e deixando muitas saudades aqui conosco.

Mas, vida que segue, e nossa missão de visitar todos os outlets legais de Bs As ainda não havia terminado. Faltava o da ADIDAS, que é na casa do chapéu. Saímos eu, Aline e Alexandre por volta das 11h30 e seguimos a calle Balcarce andando até a Plaza Eva Perón, de lá o Alexandre parou pra comer no Mcdonalds só pra ganhar o boneco do seu madruga.

De lá fomos até a estação do subte na Plaza de Mayo. Fomos até uma seis estações em frente na Plaza Miserere pra fazer a conexão com o trem e seguir pro subúrbio de Buenos Aires. Que tosquera! Nada de diferente do que se pode ver em Sampa ou no Rio. Muito pobre, vendedor de refri e outras bugigangas, até nego pendurado na porta rolou.

Descemos cinco estações depois em Liniers, uma espécie de mistura de Méier com Madureira. Logo na estação primeira treta: ao sair temos que mostrar o ticket ao segurança e o Alexandre não sabia onde estava o dele, principalmente pq não havia nem sequer uma frase avisando isso. O gordinho mal-encarado ficou falando que senão teria que pagar AR$ 8,00 e depois baixou ora AR$ 5,00, uma coisa bizarra, pois um falando em português e o outro em espanhol. Mas o Alexandre falou tanto, encheu a paciência do cara, e com razão, que o bicho deixou ele passar.

Lá tudo igual aos outros outlets da Frederico Lacroze, exceto por ser ADIDAS com mais variedades e melhor preço. Aline e eu parecíamos crianças. Comprei algumas coisinhas pra auxiliar na viagem como um short por 15 reais da seleção de rúgbi da Argentina. Ficamos lá por umas duas horas e decidimos voltar.

Fizemos todo o percurso de volta, até a avenida florida, mas com um detalhe: o trem do subte que pegamos voltando era mais velho que eu, e era feito de madeira, nunca tinha visto um metrô vintage, era estranho e charmoso ao mesmo tempo. Foi uma atração a parte.

Na Florida só andamos de um lado pro outro, comemos no Burger King, que tem opção vegetariana (sanduíche no pão integral com bife de soja empanado, queijo e tomates), acompanhado de “H2O!” e rodelas de cebola à milanesa. Que gostoso!

arg 101

Eu ,Aline eo Chris (alemão) no show grátis em San Telmo

Depois de rodar toda a florida em busca de sapatos adequados pra El Calafate e o Deserto de Atacama, achamos que seria mais fácil ver isso no shopping e assim o fizemos. Lá achei um bem legal na Timberland e comprei, agora estou preparado pra tudo, e também acabou a sessão compras, pois daqui em diante só passarei por lugares mais pitorescos e sem tantas opções e tão barato como Bs As.

Voltamos para o hotel de free shuffle (serviço que leva e traz turistas estrangeiros para os shopping sem cobrar nada por isso). Eu e Aline fomos no carro na verdade, pois assim que chegamos no Abasto (o shopping) o Alexandre se perdeu da gente e só o encontramos de volta no hostel.

Lá só deixei as coisas e saímos pra ver um festival de bandas independentes que está rolando na praça em San Telmo a duas quadras do Albergue. Fomos eu, Aline, Zé Eduardo e o Cris, um alemão que acabou e chegar do Brasil, inclusive eu fiz o câmbio pra ele, dei 40 pesos em troca de 25, saí no lucro pois pela cotação oficial deveria ter dado 46,30, mas ele concordou.

O show tava com bastante gente numa espécie de concha acústica, mas não estava tão interessante, principalmente pq um show na praça rolando, maior galera por lá e ninguém com isopor vendendo cerveja. Veja que absurdo, tinha carrocinha vendendo algodão doce, mas nada de cerveja! NUM SHOW DE ROCK! não era a XUXA, mas uns cabeludos e nada de cerveja… só a porcarias do algodão doce, pipoca, cachorro quente e refri, parecia mais um circo.

Saída estratégica pela direita e descemos até a pizzaria que comemos no primeiro dia. comemos e bebemos pouco e voltamos por hostel. amanha nada planejado ainda, mas será meu último em Bs As, segunda parto pra El Calafate.

Anúncios

Ações

Information

One response

24 02 2008
DANILOjUCARA

naum conseguimos ver as fotos do dia 24, mas mesmo assim estamos com muitas saudades se proyeja do Andree Marques , e tambem volte logo, qual a sua ficante bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: