O dia que não existiu

13 02 2008
uru 05

uma das primeiras imagens do Uruguai

Na última postagem eu estava a poucos minutos de embarcar para Montevidéu e iniciar minhas aventuras em um país estrangeiro. O que eu não esperava era o quanto é difícil encarar 32 horas de viagem. O primeiro mico já paguei antes mesmo de entrar. Na hora de entregar o bilhete para a moça da companhia ela disse que tinha que ficar com a minha identidade. Eu fiz a maior cara de espanto. Ela riu e falou que era só até atravessar a fronteira. Ainda bem!

Como todos sabem eu estou nessa sozinho, mas não posso ficar solitário. Ou seja, sou obrigado a me comunicar, a interagir com todos ao redor, isso é a parte fundamental de minha jornada. Portanto logo de cara puxei assunto com a menina que estava ao meu lado, Michele da Nova Zelândia, mas que mora em Londres. Eu servi de tradutor pra ela, pois a pobrezinha não falava nada de português e estava um pouco perdida com as informações do comissário.

As primeiras seis ou sete horas não tiveram muita graça pois era noite alta e o sono com a ajuda de um dramin me fizeram perder a primeira parte do percurso, o que inclui todo o interior paulista e o Paraná inteiro (desculpa, Vó), mas nem Curitiba eu vi. Aliás eu só comecei a ver alguma coisa em Joinville. Daí em diante uma seqüência de paisagens repetidas até uma rápida parada em Biriguaçu as uns 35km de Floripa. Lanche rápido e novamente a estrada.

Mais alguns minutos e pela primeira vez na vida vi Florianópolis. Bela vista, pena que eu esqueci de tirar fotos do visual na ponte antes da rodoviária. De lá seguimos até Sombrio, no Sul de SC, onde rolou um almoço por conta da TTL, companhia em que viajei. Em seguida uma pela imagem da lagoa ao longo de Tubarão -SC. Logo após a divisa com o RS a paisagem vai se modificando e se torna o Pampa, uma espécie de cerrado, com um tom de verde muito interessante.

uru 102

Plaza Independência

Algumas horas depois chegamos em Porto Alegre, cidade grande, mas um pouco esquisita, sei lá, estranhei. Trocamos de ônibus lá na sede da TTL, e então estávamos cada vez mais próximos da fronteira. A partir daí mais pampa e casa de madeira colorida, que também não fotografei, e a noite começou a cair, aliás, só escureceu quando já passava das 20h.

O ar condicionado do ônibus dava a falsa impressão de que lá fora fazia um frio chato, mas era só impressão mesmo. No meio da noite chegamos em Pelotas, mas já não dava pra distinguir muito as coisas pela escuridão e o sono que me pegava de jeito. Seguimos em silêncio até Chuí, salvo alguns roncos de outros passageiros. E em Chuí a Aduana. Então, pela primeira vez na minha vida eu atravessei a fronteira e me tornei estrangeiro. É estranho sentir assim. Agora eu sou o gringo, o estranho, não conheço as ruas, as pessoas, mas ao mesmo tempo é boa também.

Michele desceu antes da aduana uruguaia, pois ela e mais uns outros gringos iam para Punta Del Diablo a 45 minutos dali, mas o Ônibus não passava lá, ela me deu seu e-mail pois irá também a Colônia e Buenos Aires, talvez a gente se esbarre. E segui, na aduana uruguaia um momento de tensão pela demora, eu sempre ficava achando que iriam encrencar comigo, não sei porque, pois tenho um rostinho tão inocente, não é?

Após cruzar a fronteira mais umas quatro horas até Montevidéu, com rápida passagem por Punta Del Este, estou bastante curioso pra ir até lá, mas voltando ao presente, chegamos ao Terminal de Três Cruces as 6h15 e logo ao descer já puxei assunto com um casal que estava a bordo, Rafael e Carol, de Joinvile. Descobrimos que nos hospedaríamos perto e depois de eu trocar meus reais por pesos (de 210 reais arrumei 2500 pesos) resolvemos seguir até a Plaza Independência a pé, sim , 4 km andando em uma cidade desconhecida para todos, mas depois de trinta e duas horas sentados ninguém queira mais andar de ônibus.

uru 73

Portal de entrada da Ciudad Vieja

Andamos pela Avenida 18 de Julio tirando várias fotos, tomamos um tradicional desayuno (desjejum) com chá e uma espécie de croissant, muito bom. Cheguei ao hostel deixei minha bagagem, pois só posso dar entrada as 14h e vim atualizar minha aventura on line. E por todo esse tempo de viagem, a terça-feira praticamente não existiu.

 

Anúncios

Ações

Information

5 responses

13 02 2008
luiz Eduardo

Bom amigo todos nós aqui da agencia ficamos felizes em ver as fotos…Espero que vc esteja curtindo muito, mais a pergunta que não quer calar …Já comeu alguém????Abs

13 02 2008
luiz Eduardo

Já conseguiu comer alguem???

14 02 2008
jucema

oi Ro
a gente imagina que a viagem de onibus oportunizará que conheçamos os lugares do trajeto, mas na maior parte das vezes é pura ilusão, porque a paisagem da estrada é muito semelhante e sua rota costuma ser por fora das cidades, mas vale a experiência
posso imaginar que saco ficar 30h num busão, socorro!!!!
rs
bjk
Juju

14 02 2008
jucema

tua vó me pediu para imprimir o dia a dia de sua viagem p ela ler, todos os dias nos falamos e com sua mãe tambem sobre voce e as novidades da viagem
o ricardo tambem tem acompanhado diariamente, ja vimos as fotos novas, Juçara e Danilo tambem, portanto vboce que viaja so, mas não quer ficar solitário (nem deve), sinta-se devidamente acompanhado de sua familia que o ama
bjk
dinda

14 02 2008
MAE

Pai e Mae, estamos vendo todos os dias suas aventuras, estamos preocupados com as suas cervejinhas de um litroe asua alimentacao, cuidado senao!!!!!!, torcemos para que voce se divirta bem e tenha muito cuidado com as confiancas
de pessoas estranhas. vimos as fotos mas estao todas sem escritas e de ponta a cabeza, nos queriamos saber mais do albergue, muitas Saudades de voce beijos su Padre e su Madre, fica com deus.!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: